sindicatos

  • Em coletiva antes do ato na Avenida Paulista nesta sexta-feira (10), os mais de 60 movimentos que compõem as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo falaram sobre os riscos do golpe em curso no Brasil e o que isso representa na retirada de direitos trabalhistas e sociais conquistados principalmente nos últimos 13 anos, nos governos Lula e Dilma.

  • A Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo realizam manifestações unitárias em diversas cidades do Brasil e do mundo, nesta quinta-feira (31).

  • O ministro-chefe interino da Casa Civil, Eliseu Padilha, defendeu nesta quinta (16), em São Paulo, que, para o Brasil caminhar para “o amanhã”, fazer o que é aplicado no mundo hoje e facilitar a “competitividade”, o país precisa superar a legislação trabalhista criada por Getúlio Vargas.