assembleia 18/12

Companheiros (as) da Categoria dos Vidreiros/SP

Campanha Salarial 2016 / 2017

Assembleia recusou proposta!

Patrões propõem reajuste de 7,39%, em duas vezes:

5,17% (em dezembro de 2016) e

2,11% (em junho de 2017)

Nova Assembleia Geral da categoria

em 18/12

A Assembleia Geral da categoria realizada em 11/12 recusou por unanimidade a proposta do Sindicato dos Patrões.

A assembleia aprovou a proposta de reajuste integral de 7,39%, desde que pagos de uma única vez a partir de 01 de dezembro de 2016.

O sindicato vai pedir reabertura das negociações! Por isso nova assembleia está marcada para 18 de dezembro de 2016.

Sua presença, trabalhador, é fundamental!

E, temos ainda pendente a discussão da Contribuição Retributiva, que os patrões condicionaram que fosse feita conjuntamente com a discussão da Cláusula de Banco de Horas. Somente podemos avançar depois dos trabalhadores decidirem e indicarem o caminho.

Agora, você trabalhador - a exemplo dos trabalhadores que participaram da Assembleia Geral de 11/12

- nesta assembleia na fábrica tem também a chance de votar e decidir!

Participe! O seu salário está em jogo!

Veja como foi a negociação:

A diretoria da do Sindicato dos Vidreiros, acompanhada de uma comissão  de trabalhadores, reuniu-se várias vezes com o Sindicato dos Patrões na sede da FIESP para discutir a pauta de reivindicações dos trabalhadores aprovada na assembléia.

Foram quatro reuniões , a última aconteceu em 08/12 (5 feira).

• Cláusulas Sociais

Os patrões pretendiam alterar algumas Claúsulas Sociais da Convenção Coletiva e retirar direitos dos trabalhadores. Veja o que os patrões queriam mudar:

- Salário de substituição: Não pagar substituição nas férias

- Salário admissão: Aumentar o prazo de 45 para 90 dias

- Reembolso creche: Diminuir de R$ 880,00 para R$ 440,00

O sindicato bateu forte e garantiu todas as claúsulas sociais, mantendo-as como estão, e impedindo que houvesse ataque aos nossos direitos.

Importante: Não houve mudança na Claúsula referente aos empregados em via de se aposentar.

• Cláusulas Econômicas

Veja as propostas que os patrões apresentaram:

1. Reajuste Salarial

Reposição integral da inflação, que foi de 7,39% (INPC), com o pagamento dividido em duas vezes:

- 5,17% em dezembro de 2016

- 2,11% em junho de 2017

Você vai aceitar isso???

2. Adicional noturno

Os patrões queriam diminuir de 30% para 20%. O sindicato garantiu que ficasse mantido em 30%.

3. Piso da categoria

O Piso será reajustado pelo mesmo percentual da categoria, o mesmo será para os tarefeiros.

4. Teto salarial

Os patrões querem manter o teto em R$ 6.300,00. O sindicato quer reajuste!

5. Demais reivindicações

    As das diárias, da alimentação e convênio médico estão resolvidas.