Campanha 2017 / 2018 foi muito difícil!

Companheiros Vidreiros,

Esse ano a Campanha Salarial foi especialmente difícil.

A mobilização na frente das fábricas, somada ao pulso firme diante das intensas negociações, colaborou para que o Sindicato dos Vidreiros de São Paulo fechasse acordo com a FIESP, o qual garante a renovação da Convenção Coletiva e o reajuste salarial baseado nas perdas da inflação.  A Assembleia realizada em 17 de dezembro ratificou o acordo. A inflação de dezembro de 2016 a novembro de 2017, com base no INPC ficou em 1,94%.

Depois de aprovada a Reforma Trabalhista, os patrões vieram com tudo para retirar direitos. Chegamos ao fim da Campanha, e o resultado apesar de tudo foi razoável. Mas nada temos o que comemorar. Muita luta vem pela frente, nós estamos dispostos e não aceitaremos nenhum direito a menos. Estamos juntos nessa briga!

A situação política e econômica do país continua se agravando, a crise está longe de passar. O desgoverno corrupto de Temer, que é o governo dos patrões sem o menor apoio popular, e que virou presidente para tentar fazer o que banqueiros, multinacionais e grandes empresários nacionais querem: implantar as Reformas Trabalhista e Previdenciária e atacar ainda mais a classe trabalhadora para garantir ainda mais lucros para os ricos.

Leia abaixo e no anexo os pontos principais da Convenção Coletiva 2017 / 2018

 

CONVENÇÃO COLETIVA 2017 / 2018 (Clique no link)

 

● Reajuste Salarial de 1,94% (100% INPC do IBGE - Devendo ser pago da seguinte forma):

- Até o limite de R$ 6.765,57

- Salário acima de R$ 6.765,57 soma-se R$ 131,25.

Piso da categoria

- PISO DE ADMISSÃO por 60 Dias: R$ 1.262,36 (a partir de 01/12/2017) com divisor de 220 horas

    Cálculo sobre 220 horas em dezembro de 2017 ....................................................................... R$ 5,738 (por hora)

- PISO NORMATIVO (EFETIVAÇÃO): R$1.390,80 (a partir de 01/12/2017) com divisor de 220 horas

    Cálculo sobre 220 horas em dezembro de 2017........................................................................ R$ 6,322 (por hora)

- O TETO SALARIAL a partir de 01/12/2017 passa a ser R$ 6.896,82.

 

VEJA COMO FICARAM ALGUMAS CLÁUSULAS DA CONVENÇÃO

    Hora Extra prestadas nas Folgas, domingos, feriados e dias compensados..................................................... 100%

    Hora Extra prestadas em dia normal............................................................................................................... 50%

    Adiantamento de salário................................................................................................................................ 40%

    Adicional Noturno......................................................................................................................................... 30%

    Homologação................................................................................................ Deverão ser efetuadas no Sindicato

    Reembolso Creche.................................. Corresponderá a R$ 1.000,00 (Hum mil reais) por 15 meses após retorno

 

CONVÊNIO MÉDICO

- O valor atualizado do Convênio Médico deverá ser acrescido de 0,3% do salário já reajustado.

- Teto máximo de desconto para qualquer faixa salarial a partir de dezembro de 2017 é R$ 135,00.

- Manutenção do Convênio Médico: no mínimo por 30 dias após a demissão.

 

● COMPENSAÇÃO DE DIAS/HORAS

As empresas poderão estabelecer programa de compensação de dias úteis intercalados entre domingos, feriados, fins de semana e carnaval, de sorte a conceder aos empregados um período de descanso mais prolongado, incluindo o próprio feriado, mediante entendimento direto com a maioria dos empregados dos setores envolvidos, com a respectiva comunicação ao Sindicato dos Trabalhadores, com antecedência mínima de 5 (cinco) dias que precedem a respectiva ponte.

O prazo de vigência estipulado será aquele da presente Convenção Coletiva.

Se no final do prazo estipulado as horas não tiverem sido compensadas, deverão ser pagas como horas extras nos limites estabelecidos na Cláusula 10ª desta Convenção Coletiva.

Por outro lado, se no final do prazo, houver horas a favor da empresa, estas serão desconsideradas para efeitos de compensação.

TABELA DE AUMENTO PROPORCIONAL INCIDENTE SOBRE O SALÁRIO NO MÊS DA ADMISSÃO

- TABELA PARA SALÁRIOS ATÉ R$ 6.765,57 EM 01/12/2017

MÊS % CORREÇÃO
ADMISSÃO 1º-12-2017
● Dezembro – 2016 1,940
● Janeiro – 2017 1,777
● Fevereiro – 2017 1,614
● Março – 2017 1,452
● Abril – 2017 1,289
● Maio – 2017 1,127
● Junho – 2017 0,965
● Julho – 2017 0,804
● Agosto – 2017 0,643
● Setembro – 2017 0,482
● Outubro – 2017 0,321
● Novembro – 2017 0,160

TABELA DE AUMENTO PROPORCIONAL INCIDENTE SOBRE O SALÁRIO NO MÊS DA ADMISSÃO

- TABELA PARA SALÁRIOS ACIMA DE R$ 6.765,57 (SOMAR O VALOR FIXO)

MÊS SOMAR O
VALOR FIXO (R$)
ADMISSÃO 1º-12-2017
● Dezembro – 2016 131,25
● Janeiro – 2017 120,32
● Fevereiro – 2017 109,38
● Março – 2017 98,44
● Abril – 2017 87,50
● Maio – 2017 76,57
● Junho – 2017 65,63
● Julho – 2017 54,69
● Agosto – 2017 43,75
● Setembro – 2017 32,18
● Outubro – 2017 21,88
● Novembro – 2017 10,94